quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Comissão Julgadora do Prêmio Sofia de Literatura

Já está formada a Comissão Julgadora do Prêmio Sofia de Literatura:

Carlos André Moreira
Luiz Antonio de Assis Brasil
Regina Zilberman

Em março, no lançamento de Outras mulheres, no dia 08, Dia Internacional da Mulher, faremos a revelação do vencedor ou vencedora.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Curso sobre Mitos Femininos é suspenso

Por motivo de força maior, suspendemos a realização do curso Mitos Femininos na Literatura da Antiguidade, com Regina Zilberman.

No segundo semetre de 2010, o curso será oferecido outra vez.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Inscrições ao Prêmio Sofia encerram-se dia 31 de dezembro de 2009

Ainda estão abertas as inscrições para o Prêmio Sofia de Literatura, promovido pelas Oficinas Literárias Charles Kiefer e Editora Ltda, até 31 de dezembro de 2009.

Somente concorrem alunos e ex-alunos de Charles Kiefer que frequentam ou tenham frequentado as oficinas literárias entre 2000 e 2009.

Para participar, é preciso enviar 5 exemplares de obra literária que tenha sido publicada em 2009 para Avenida Independência, 831/34, Porto Alegre. Todos os gêneros são aceitos.

No lançamento de Outras mulheres, antologia organizada por Charles Kiefer, que acontecerá em 08 de março de 2010, será conhecido o vencedor do prêmio de 3 mil reais.

Até o presente momento, estão inscritas as seguintes obras:

1. Ave, flor, de Cleonice Bourscheid, Editora Nova Prova, 2009.
2. A gruta assombrada, de Eni Allgayer, Editora WS, 2009.
3. Entre facas, de Liziane Guazina, Editora Nova Prova, 2009.
4. Fora de lugar, de Rodrigo Rosp, Editora Não Editora, 2009.
5. Flores da cor da terra, de Lívia Petry, Editora Noca Prova, 2009.
6. Mar quente, de Enio Roberto, Editora Dublinense, 2009.
7. Mistério na selva amazônica, de Eni Allgayer, Editora WS, 2009.
8. O girassol na ventania, de Marco de Curtis, Editora Dublinense, 2009.
9. Rumo às asas, de Walmor Bordin, Editora Nova Prova, 2009.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Quer conhecer a nova safra de bons autores franceses? Participe então da oficina “Por uma literatura do cotidiano”

O que: Por uma literatura do cotidiano – curso de 4 encontros

Quando: 5, 12, 19 e 26 de janeiro (terça-feira, das 18h às 20h)

Quem ministra: Juremir Machado da Silva, pesquisador, professor, jornalista, tradutor e escritor, graduado em História, em Jornalismo e em Sociologia da Cultura. Doutor em Sociologia da Cultura - Université Paris V, René Descartes, também tem pós-doutorado sob supervisão de Edgar Morin, Jean Baudrillard e Michel Maffesoli pela mesma universidade. Atualmente é professor titular da PUC, onde coordena o Programa de Pós-Graduação em Comunicação.

Quanto: R$ 400,00 (pagamento em até 2x)

No máximo 12 participantes

PROGRAMA:

Por uma literatura do cotidiano

1) O que ainda pode ser a pós-modernidade?

2) Literatura e pós-modernidade

3) do Novo Romance a Michel Houellebecq, Pierre Michon e Maurice Dantec

4) Cânone e contracânone: um novo conceito de maldição

Bibliografia indicada pelo ministrante:

Baudrillard, Jean. Tela-total. Porto Alegre, Sulina, 2000.

Compagnon, Antoine. O O demônio da teoria: literatura e senso comum. Belo Horizonte, Editora da UFMG, 1999,

Dantec, Maurice. Raízes do Mal. Porto Alegre, Sulina, 2009.

Houellebecq, Michel. Partículas elementares. Porto Alegre, Sulina, 1999.

Houellebecq, Michel. Extensão do domínio da luta. Porto Alegre, Sulina, 2002.

Lyotard, Jean-François. O pós-moderno. Rio de Janeiro, José Olympio, 1997.

Michon, Pierre. Rimbaud, o filho. Porto Alegre, Sulina, 2000.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

LUIZ ANTONIO DE ASSIS BRASIL MINISTRA OFICINA SOBRE A PERSONAGEM

A partir do dia 6 de janeiro o escritor Luiz Antonio de Assis Brasil ministra a oficina “Construindo a Personagem”, com duração de quatro encontros, sempre às quartas-feiras, das 18h às 20h, para um público máximo de 12 participantes. O curso vai ocorrer no Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias, na rua Itororó, 175/conjunto 206, no bairro Menino Deus.

Durante os quatro encontros, Assis Brasil vai tratar com os participantes de temas como os aspectos externos da personagem, a descrição direta: características físicas e de indumentária, a descrição indireta: o espaço da personagem, aspectos internos da personagem, as emoções das personagens, a personagem e sua relação com o conflito, caracterização da personagem através do diálogo, o uso dos implícitos, introdução à personagem, a credibilidade e a força dramática da personagem.

Informações e inscrições pelo telefone 51 3311-4825, 51 8116-7928 ou oficinack@cpovo.net

Jornalista responsável: Marta Tejera (51) 8116-7928 ou martatejera@cpovo.net

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

MITOS FEMININOS NA LITERATURA DA ANTIGUIDADE TEM SEGUNDA EDIÇÃO EM JANEIRO

Em janeiro a professora e crítica de Literatura Regina Zilberman ministra mais uma edição do curso “Mitos femininos na Literatura da Antiguidade”. As aulas serão sempre às segundas-feiras, das 18h às 20h, nos dias 04, 11, 18 e 25 de janeiro.

O curso é uma promoção do Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias, que fica na Rua Itororó, 175/conjunto 206, no bairro Menino Deus. As vagas são limitadas. Confira o programa do curso:

PROGRAMA

1. A sedução (Helena), no dia 04 de janeiro;

2. A fidelidade (Penélope, Dejanira) no dia 11 de janeiro;

3. A maternidade (Medeia, Clitemnestra, Jocasta, Fedra), no dia 18 de janeiro;

4. As filhas (Electra, Ifigênia, Antígona), no dia 25 de janeiro.


Para um melhor aproveitamento do curso, solicita-se que os inscritos leiam, antecipadamente, as seguintes peças teatrais:


ÉSQUILO. Agamemnon. Trad. de Trajano Vieira. São Paulo: Perspectiva, 2007.

EURÍPEDES. Medeia. Hipólito. As troianas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001 (Col. A Tragédia Grega, v. 3)

SÓFOCLES. Édipo Rei. Antígona. São Paulo: Martin Claret, 2002.

EURÍPEDES; SÓFOCLES. Electra(s). Trad. de Trajano Vieira. São Paulo: Atelier, 2009.


Informações e inscrições pelos fones: 51 8116-7928 ou 51 3311-4825 e pelo e-mail: oficinack@cpovo.net.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Conversando com Donaldo Schüler, dia 14 de dezembro

No dia 14/12 (segunda-feira), Donaldo Schüler será o palestrante do Projeto Conversando, da Oficina Literária Charles Kiefer, na Rua Itororó, 175/conjunto 206, no bairro Menino Deus. Os participantes do evento vão receber durante a palestra o livro Império Caboclo, ambientado na Guerra do Contestado, publicado pela Editora Movimento e que se destaca como uma das principais obras de Schüler. O Projeto Conversando ocorre das 12h às 14h e as vagas são limitadas.

Donaldo Schüler é doutor em Letras e Livre-Docente pela PUCRS, doutor em Letras e Livre-Docente pela UFRGS, professor Titular da UFRGS e pós-Doutor na USP. Atuou nos cursos de Literatura Grega, Literatura Brasileira, Teoria da Literatura e Filosofia Antiga na UFRGS e em várias outras universidades, em níveis de graduação e de pós-graduação, além de proferir conferências em universidades nacionais e estrangeiras.É ensaísta, tradutor, ficcionista e poeta. Entre os vários prêmios que conquistou ao longo de sua carreira está o de melhor tradução em 2003, da Associação Paulista de Críticos de Arte, por Finnegans Wake,de James Joyce.

Interessados em participar do projeto Conversando com Donaldo Schüler devem entrara em contato pelos telefones: 51 8116-7928 ou 51 3311-4825.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Dia 14 de dezembro é a vez de Donaldo Schüler no projeto Conversando


No dia 14/12 (segunda-feira), Donaldo Schüler será o palestrante do Projeto Conversando, da Oficina Literária Charles Kiefer, na Rua Itororó, 175/conjunto 206, no bairro Menino Deus. Os participantes do evento vão receber durante a palestra o livro Império Caboclo, ambientado na Guerra do Contestado, publicado pela Editora Movimento e que se destaca como uma das principais obras de Schüler. O Projeto Conversando ocorre das 12h às 14h e as vagas são limitadas a 12 participantes.


Donaldo Schüler é doutor em Letras e Livre-Docente pela PUCRS, doutor em Letras e Livre-Docente pela UFRGS, professor Titular da UFRGS e pós-Doutor na USP. Atuou nos cursos de Literatura Grega, Literatura Brasileira, Teoria da Literatura e Filosofia Antiga na UFRGS e em várias outras universidades, em níveis de graduação e de pós-graduação, além de proferir conferências em universidades nacionais e estrangeiras.É ensaísta, tradutor, ficcionista e poeta. Entre os vários prêmios que conquistou ao longo de sua carreira está o de melhor tradução em 2003, da Associação Paulista de Críticos de Arte, por Finnegans Wake,de James Joyce.


Interessados em participar do projeto Conversando com Donaldo Schüler devem entrar em contato pelos telefones: 51 8116-7928 ou 51 3311-4825.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

LUCIANO ALABARSE MINISTRA CURSO SOBRE O DESENVOLVIMENTO DO TRÁGICO

A evolução da tragédia na produção artística ocidental é tema de oficina

A partir do dia 20 de novembro (sexta-feira), das 18h às 20h, o diretor teatral Luciano Alabarse vai ministrar um curso em quatro encontros sobre o desenvolvimento histórico do gênero trágico na tradição ocidental. Durante as aulas, restritas a 12 participantes, a tragédia será analisada desde suas origens até seus fundamentos teóricos, contextos políticos e principais representantes. Nos 4 encontros, Luciano Alabarse vai trabalhar com os alunos a Trilogia Tebana, de Sófocles (Édipo, Édipo em Colono e Antígona); a Tragédia Shakespereana (Macbeth, Rei Lear e Hamlet) e A Tragédia Moderna (A trilogia da terra de Federico García Lorca).

Luciano Albarse é um dos mais conceituados diretores de teatro do Brasil, atualmente à frente da coordenação do Porto Alegre Em Cena. Entre seus sucesso de direção estão o espetáculo Heldenplatz, do austríaco Thomas Bernhard , de quem Alabarse já encenou Almoço com Sr. Ludwig e A Força do Hábito. Recentemente se dedicou aos clássicos gregos, com montagens de Medéia, Antígona e Édipo. Desde 1974, ano em que se formou em Teatro pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Alabarse tem dirigido espetáculos de teatro e música. Com uma carreira consolidada, o diretor gaúcho alia sua fama de grande "agitador cultural" ao faro de descobridor de cantoras. Ele dirigiu os primeiros shows de Adriana Calcanhoto e Muni.

Detentor de quatro Troféus Açorianos de Melhor Diretor Teatral do Rio Grande do Sul, distingue-se pela sua predileção por autores densos, textos de estrutura complexa e muito ligados à literatura. Sob sua direção, alguns dos autores gaúchos mais renomados e reconhecidos ganharam sua primeira versão teatral, entre eles, Lya Luft, João Gilberto Noll, Caio Fernando Abreu e Tânia Faillace.

Jornalista Responsável: Marta Tejera (51) 8116-7928/ (51) 3311-4825

martatejera@cpovo.net e oficinack@cpovo.net

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

CLÁSSICOS BRASILEIROS É O CURSO QUE SERGIUS GONZAGA MINISTRA EM NOVEMBRO


A partir do dia 9 de novembro, até o dia 30 de novembro, sempre às segundas-feiras, das 18h15min às 20h15min, na sede da Oficina Literária Charles Kiefer (Rua Itororó, 175/conjunto 206 – bairro Menino Deus) o professor, crítico literário e secretário municipal de Cultura de Porto Alegre, Sergius Gonzaga vai ministrar o curso Clássicos Brasileiros, para um grupo de, no máximo, 12 participantes.


O curso está dividido em quatro módulos: Nos Bosques da Ficção, que vai abordar a obra de Machado de Assis a partir dos contos Missa do Galo, A causa secreta e Um homem célebre, além de três capítulos de Dom Casmurro; Os Poetas Maiores, tratando dos escritos de Carlos Drummond e Manuel Bandeira; A Invenção da Linguagem, onde Gonzaga vai analisar os autores João Guimarães Rosa, Clarice Lispector e Rubem Braga e, por fim, A Modernidade Destroçada em que serão visitadas as obras de Dalton Trevisan, Rubem Fonseca e Moacyr Scliar.


Interessados em participar do curso Clássicos Brasileiros, ministrado por Sergius Gonzaga, devem entrar em contato com a Oficina Literária Charles Kiefer pelos telefones 51 3311-4825 ou 51 8116-7928 ou pelo mail oficinack@cpovo.net.

sábado, 31 de outubro de 2009

Juremir Machado da Silva ministra série de 4 seminários


O que: Por uma literatura do cotidiano – 4 seminários com Juremir Machado da Silva



Quando: 5, 12, 19 e 26 de janeiro (terça-feira, das 18h às 20h)


Quem ministra: Juremir Machado da Silva, pesquisador, professor, jornalista, tradutor e escritor, graduado em História, em Jornalismo e em Sociologia da Cultura. Doutor em Sociologia da Cultura - Université Paris V, René Descartes, também tem pós-doutorado sob supervisão de Edgar Morin, Jean Baudrillard e Michel Maffesoli pela mesma universidade. Atualmente é professor titular da PUC, onde coordena o Programa de Pós-Graduação em Comunicação.


No máximo 12 participantes


PROGRAMA:


Por uma literatura do cotidiano


1) O que ainda pode ser a pós-modernidade?


2) Literatura e pós-modernidade


3) do Novo Romance a Michel Houellebecq, Pierre Michon e Maurice Dantec


4) Cânone e contracânone: um novo conceito de maldição

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Cleonice Bourscheid lança novo livro

No dia 23 de outubro, às 19:30h, no Studio Clio, Cleonice Bourscheid, aluna da oficina de quinta-feira, estará lançando seu novo livro, Ave, Flor.

Cleonice vem se destacando na literatura infantil gaúcha com livros de poesias sobre a fauna e a flora.

Prestigiem!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Prêmio Sofia de Literatura

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Sofia de Literatura, exclusivo para os participantes regularmente inscritos nas oficinas literárias Charles Kiefer. Para inscrever-se, basta remeter 5 exemplares de seu livro publicado em 2009 para o seguinte endereço: Avenida Independência, 831/34 – 90035-076 Porto Alegre RS. Prazo de inscrição: 31 de dezembro de 2009. Valor da premiação: 3 mil reais. Entrega do prêmio: Março de 2010.

Lançamentos da semana

Esta será uma semana de intensas atividades literárias dos alunos das Oficinas Literárias de Charles Kiefer.


Dia 22 de outubro, às 19h, Beto Canales, aluno das quartas-feiras, estará lançando seu primeiro livro de contos A vida que não vivi, no Centro Cultural Érico Veríssimo, Andradas, 1223. Editora Multifoco.


Dia 22 de outubro, às 19h, Marco de Curtis, aluno do sábado, estará lançando seu primeiro livro de contos O girassol na ventania e outras histórias, na Livraria Cultura, Shopping Iguatemi. Editora Dublinense.


Dia 22 de outubro, às 19h, Enio Roberto, ex-aluno, estará lançando seu primeiro livro de contos Mar quente, na Livraria Cultura, Shopping Iguatemi. Editora Dublinense.

Prestigiem!

Final de curso com Regina Zilberman

Nesta segunda-feira, 19 de outubro, encerram-se as atividades do Curso Mitos femininos na literatura da Antiguidade, ministrado por Regina Zilberman. A repetição do curso acontecerá em 4, 11, 18 e 25 de janeiro de 2010. Tivemos duas desistências. Assim, temos ainda duas vagas. Entre entre em contato pelo e-mail: charleskiefer@uol.com.br

Eni Allgayer lançou 2 livros

No sábado, 17 de outubro, Eni Allgayer, aluna da turma de sexta-feira, lançou duas obras: Mistério na selva amazônica e A gruta assombrada, na Coleção Caçadores de Enigmas, pela Editora WS. Pedidos de palestras e compra de livros podem ser remetidos a wseditor@wseditor.com.br

domingo, 18 de outubro de 2009

Curso Clássicos Brasileiros com Sergius Gonzaga

Estamos abrindo as pré-inscrições (reservas de vagas) parta o Curso Clássicos Brasileiros, com o Secretário de Cultura de Porto Alegre, e professor da UFRGS, Sergius Gonzaga.


Datas: 9,16, 23 e 30 de novembro, das 18:15h às 20:15h.
Local: Itororó, 175/206


CURSO: CLÁSSICOS BRASILEIROS

AULA 1

NOS BOSQUES DA FICÇÃO: Machado de Assis

AULA 2

OS POETAS MAIORES: Carlos Drummond e Manuel Bandeira

AULA 3

A INVENÇÃO DA LINGUAGEM: João Guimarães Rosa, Clarice Lispector e Rubem Braga

AULA:

A MODERNIDADE DESTROÇADA: Dalton Trevisan, Rubem Fonseca, Moacyr Scliar

Publicações de alunos das oficinas (desde 2004)

Livros individuais

ALLGAYER, Eni. A gruta assombrada. Porto Alegre: WS, 2009.
—. Mistério na selva amazônica. Porto Alegre: WS, 2009.
ANTUNES, Luciano Médici. Arqueologia reversa e outras histórias. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.
BOECHAT, Lúcio. Shakespeare & Cia. Porto Alegre: WS Editor, 2004.
—. Namoro entre livros. São Paulo: Ática, 2007.
BORDIN, Valmor. Voo rumo às asas. Porto Alegre, Nova Prova, 2009.
BOURSCHEID, Cleonice. Passa, passa, passarinho. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2006.
—. Ave, pássaro. Porto Alegre: Nova Prova, 2007.
—. Comadre Coruja e Compadre Gavião. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2007.
CANALES, Beto. A vida que não vivi. Rio de Janeiro, Editora Multifoco, 2009.
COSTA E FONSECA, Ana Carolina. Sei que ele me ama, pois me disse uma vez. Porto Alegre: Bestiário, 2004.
CRUZ, Juarez Guedes. Cronologia dos gestos. Porto Alegre: Movimento, 2004.
—. Alguns procedimentos para ocultar feridas. Porto Alegre: Movimento, 2007.
DIEL, Vitor. Granada. Porto Alegre: Armazém de Livros, 2008.
GRANDO, Diego. Desencantado carrossel. Porto Alegre: Não Editora, 2008.
GODINHO, Alpheu. Eros em decúbito. Porto Alegre, 2007.
GRINBERG, Cassio. Ela em mim. Porto Alegre: Instituto Estadual do Livro, 2005.
KLEIN, Ana. Moinhos de sangue. Porto Alegre: Mercado Aberto: 2006.
KOPPITKE, Guido. Companhia das tias. Porto Alegre: WS Editor, 2004.
MAGNABOSCO, Marile. À sombra dos pinhais. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.
MARIANO, Ana. Olhos de cadela. Porto Alegre: LPM, 2006.
MELLO, Saul. Vestígios dela e outras histórias. Porto Alegre: Evangraf, 2008.
MESSIAS, Rudiran. Tabus, perversões & outras catarses. Porto Alegre: Nova Prova, 2005.
MORAES, Bernardo. Minimundo. Porto Alegre: Instituto Estadual do Livro, 2006.
PUJOL Filho, Reginaldo. Azar do personagem. Porto Alegre: Não Editora, 2007.
REVILLION, Monique. Teresa, que esperava as uvas. São Paulo: Geração Editorial, 2006.
ROBERTO, Enio. Mar quente. Porto Alegre, Editora Dublinense, 2009.
ROSP, Rodrigo. A virgem que não conhecia Picasso. Porto Alegre: Não Editora, 2007.
SAFI, Nelson G. Balas de coco e outras histórias amargas. Porto Alegre: Nova Prova, 2004.
TEIXEIRA, Carol. Verdades & Mentiras. Porto Alegre: LPM, 2006.
TEDESCO, Paulo. Quem tem medo do Tio Sam. São Paulo: Scortecci, 2004.


Coletâneas

ALLGAYER, Eny. 104 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2008.
ASPIS, Abrão et all. 102 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2005.
BORDIN, Valmor et all. Inventário das delicadezas. Porto Alegre: Palmarinca, 2007.
COSTA, Alexandre. 103 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.
—. Novos contos imperdíveis. Porto Alegre: Nova Prova, 2007
FURTADO, Ademir et all. 101 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2004.
—. 30 contos imperdíveis. Porto Alegre: Mercado Aberto, 2006.
GOMES, Adolfo et all. Brevíssimos! Porto Alegre: Bestiário, 2005.
GODINHO, Alpheu et all. Histórias de quinta. Porto Alegre: Bestiário, 2005.
KLEIN, Ana et all. Porque hoje é sábado. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Não foram 3, mas 5!

Recentemente, a Folha de São Paulo, em matéria de várias páginas no Caderno Mais, afirmou que a Oficina Literária Charles Kiefer, de Porto Alegre, era a mais procurada do Brasil.


E sabem por que é assim? Por que os alunos e alunas do professor Kiefer são devoradores de concursos e prêmios literários brasileiros.

No Concurso Escriba, de Piracicaba, foram 5 alunos vencedores.

Primeiro Lugar, com Emir Ross;
Terceiro Lugar, com Viviane Treméa;
Menção Honrosa, com Roberto Canales,
Duas Seleções para a antologia dos vencedores, Ricardo Morales e Leonardo Collucci.

Eis o resultado oficial completo do Prêmio Escriba de Contos 2009

Os Ganhadores

1º lugar: Emir Rossoni de Porto Alegre – Rio Grande do Sul, com o conto “Mamãe trabalha à noite”

2º lugar: Sidney Netto Parentoni de Sete Lagoas – Minas Gerais, com o conto “Paralelas”
3º lugar: Viviane Treméa de Porto Alegre – Rio Grande do Sul, com o conto “Num Porto Qualquer”

Menções Honrosas

Roberto Canales da Trindade de Porto Alegre – Rio Grande do Sul, com o conto “Fígados”

Henriette Effenberger de São Paulo, com o conto “Açúcar e cravo-da-índia”

Rosângela Vieira Rocha de Brasília, com o conto “Gardel e o Pagador de Promessas”

José Farid Zaine de Limeira, com o conto “Cinemascope”

Gisele M. Da Silva, de Ponta Grossa, com o conto “Jean”

Alexandre Mauro Bragion de Piracicaba, com o conto “Prosa Fotográfica I”

Tadeu Renato B. Ribeiro de Santo André, com o conto “Nômade”


Selecionados para a antologia

Ricardo Moraes Brun de Porto Alegre – Rio Grande do Sul, com o conto “Terminal Tiête”

Marton Olympio Bom da Silva Santos – Rio de Janeiro, com o conto “ A Unidos dos Dois na Sala”

Lúcia Helena Vigato – belo Horinzonte, com o conto “O canivete do meu pai”

Edilson Rodrigues Nascimento – Brasília, com o conto “A caçada”

Augusto Sérgio Bastos – Rio de Janeiro, com o conto “No tempo em que os animais falavam”

Raimundo Nonato Albuquerque Silveira – Fortaleza, Ceará, com o conto “Exorcismo”

Maria Aparecida S. Coquemala – Itararé, São Paulo, com o conto “ Da Versalidade”

Leonardo Colucci – Porto Alegre com o conto “Acerto de Contas”

Ingrid Vallas – Fortaleza, Ceará, com o conto “ Pássaro”

Miguel Araújo Marvila de Oliveira – Vitória, Espírito Santo, com o conto “Três Histórias”

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Mais dois alunos premiados no Prêmio Escriba

Roberto Canales, da turma de quarta-feira, com o conto “Fígados” recebeu Menção Honrosa no VII Prêmio Escriba de Contos 2009 (Piracicaba, SP) e estará na Antologia, a ser publicada em meados de novembro/dezembro.


E Ricardo Morales, da turma de sábado,com o conto “Terminal Tietê” também estará na Antologia.

3 alunos das Oficinas Literárias Charles Kiefer premiados num concurso que reuniu 1.230 participantes! É de deixar qualquer professor com um sorriso de orelha a orelha!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Viviane Treméa vence concurso de contos

Viviane Treméa, aluna da oficina de sexta-feira, é uma das vencedoras do VII Prêmio Escriba de Contos (Piracicaba-SP).

Entre 1.230 participantes, Viviane ficou em terceiro lugar. Receberá dinheiro, troféu e festa.

Parabéns, Viviane! E mais que tudo, estás ganhando um início de carreira.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Sergius Gonzaga no Conversando

SERGIUS GONZAGA NO PROJETO CONVERSANDO DA OFICINA CHARLES KIEFER


O secretário municipal de cultura de Porto Alegre, Sergius Gonzaga, é o palestrante do projeto Conversando do dia 5 de outubro (segunda-feira), das 12h às 14h, na sede da oficina Literária Charles Kiefer, na rua Itororó, 175/conjunto 206, bairro Menino Deus.

Sergius Gonzaga é natural de Taquara. Exerceu o magistério em várias escolas e intituições universitárias. Foi comentarista de livros nas redes Pampa, Guaíba e TVE, todas de Porto Alegre. Nos anos 80, foi proprietário de uma livraria bastante conhecida na capital gaúcha: a Quarup. Atualmente é professor de Literatura Brasileira e Panorama da Cultura Brasileira no curso de Letras da UFRGS. É autor de vários livros didáticos e paradidáticos, entre os quais Manual de Literatura Brasileira (nova edição a sair em 2002); Dom Casmurro (edição comentada, editora Leitura XXI) e Erico Veríssimo (Instituto Estadual do Livro ). Participou também como organizador e colaborador de várias obras coletivas, entre eles O amor na literatura e Nós, os gaúchos (ambos da Editora da UFRGS).

Lançou seu primeiro livro de crônicas: O Hipnotizador de Taquara, publicado pela editora Leitura XXI. Em 33 crônicas, Sergius Gonzaga mistura reminiscências da juventude no Interior, percepções do universitário encantado com a luzes a Capital no começo dos anos 60 e do professor de literatura.
Os participantes do Conversando com Sergius Gonzaga ganharão um exemplar do livro O hipnotizador de Taquara autografado.
Informações e inscrições pelos telefones: 51 3311-4825 ou 51 8116-7928 (com Marta Tejera)

sábado, 26 de setembro de 2009

Primeiro ganhador do Programa de Fidelidade

O primeiro ganhador de nosso Programa de Fidelidade é o escritor Guido Kopittke, autor do livro Na companhia das tias.

Ao participar do Conversando com Altair Martins, no último dia 25 de setembro, Guido fechou 10 participações em nossos eventos. Assim, sua participação no Conversando com David Coimbra, que acontecerá no dia 09 de novembro, será gratuita.

Informe-se sobre nossos eventos através do e-mail oficinack@cpovo.net

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

CONVERSANDO COM ALTAIR MARTINS

O escritor Altair Martins é o convidado do projeto Conversando, organizado pela Oficina Literária Charles Kiefer.

A palestra de Martins será no próximo dia 25 de setembro (sexta-feira) das 18h às 20h, na Rua Itororó, 175/conjunto 206 – bairro Menino Deus. Ao final da palestra os participantes ganharão o livro A Parede no Escuro, com o qual Altair Martins recebeu o prêmio São Paulo de Literatura 2009 e é finalista do Prêmio Jabuti, edição 2009.

Não há mais vagas para o evento.

Altair Martins é mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e professor em escolas de Porto Alegre e na Universidade do Rio dos Sinos (Unisinos).
Como escritor, estreou com a antologia de contos Como se moesse ferro (1999), seguida de Se choverem pássaros, ambas pela WS Editores. Foi vencedor do Prêmio Guimarães Rosa, em 1999, do Prêmio Luiz Vilela e do Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, em 2001.

A Parede no Escuro, publicado pela editora Record, apresenta um enredo onde ricocheteiam os desastres do amor, os infernos particulares, as cenas da vida cotidiana, a condição humana. Tudo composto com uma linguagem que destaca a angústia de seus protagonistas, suas esperanças e sonhos. Muitos deles desfeitos ou prestes a serem desmanchados. Neste livro, Altair Martins cria um romance com diversos narradores, que expõem e expiam suas culpas e sentimentos de perda. Duas famílias, repentinamente, ficam sem a figura paterna. Adorno, dono de uma padaria e pai de Maria do Céu, com quem tem uma relação difícil, é morto em um atropelamento. O pai do motorista responsável pela morte se encontra em um hospital, em estado grave, cercado por tubos. Suas chances de sobrevivência são poucas. Altair Martinsr faz do leitor um cúmplice: embora a autoria do crime permaneça um mistério para as demais personagens, podemos acompanhar as maquinações de culpa e a dor da miséria existencial desse motorista. Num clima soturno e minucioso, com toques de erotismo, o romance desfila personagens peculiares, todos de vida medíocre e sonhos que não passam do teto, constituindo um universo cruelmente verossímil.

Jornalista Responsável: Marta Tejera (51) 8116-7928 ou martatejera@cpovo.net

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Atualização do Programa de Fidelidade

Para valorizar a participação em nossos eventos, criamos o Programa de Fidelidade. Assim, quem fechar 10 (dez) participações, receberá um Conversando de cortesia. A tabela é cumulativa e sem prazo de validade. Basta ir participando e pontuando, até chegar a 10. Abaixo, a posição dos que participaram de três ou mais eventos até o momento.

Classificação das participações em nossos projetos

Guido Kopittke
9 (nove)

Newton Fabrício
7 (sete)

Viviane Treméa
5 (cinco)

César Azevedo
5 (cinco)

Denise Barros
5 (cinco)

Marcel Citro
4 (quatro)

Marilene Smarczek
4 (quatro)

Carmen Sílvia Presotto
3 (três)

Laura Nunes Vieira
3 (três)

Leila Teixeira
3 (três)

Luciano Medici Antunes
3 (três)

Zeoni Warmling
3 (três)

domingo, 20 de setembro de 2009

Oficina de Scliar


Moacyr Scliar e Alunos em recente Oficina de Crônicas na Itororó, 175/206.


segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Regina Zilberman e Altair Martins

O segundo curso Mitos femininos na Literatura da Antiguidade, com a Dra. Regina Zilberman, será realizado nos dias 04, 11, 18 e 25 de janeiro de 2010, às segundas-feiras, das 18h às 20h. Para este segundo grupo temos somente uma vaga.

E temos uma vaga ainda para o Conversando com Altair Martins (dia 25 de setembro, 18h-20h).

Para quem não lembra, Altair Martins recebeu, recentemente, o maior prêmio literário brasileiro, o Prêmio Literatura da Cidade de São Paulo, no valor de 200 mil reais, pelo seu romance A parede no escuro.

Além de excelente escritor, Altair é excelente professor de literatura.

domingo, 6 de setembro de 2009

Cursos lotados

Os eventos Conversando com Assis Brasil (dia 21 de setembro) e Mitos femininos na literatura da Antiguidade, com Regina Zilberman (dia 21, 28 de setembro + 05 e 14 de outubro) estão lotados e com lista de espera. Faremos novos encontros, para outubro e novembro. Se quiseres pré-reserva, escreva para charleskiefer@uol.com.br


O Conversando com Altair Martins (dia 25 de setembro, 18h) tem ainda uma vaga.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Altair Martins e Assis Brasil no Conversando

No dia 21 de setembro, das 12h às 14h, segunda-feira, faremos um Conversando com Assis Brasil. Os participantes, além da palestra, receberão um exemplar da nova edição do Decálogo do perfeito contista, do qual Assis Brasil é um dos autores.

No dia 25 de setembro, das 18h às 20h, sexta-feira, faremos um Conversando com Altair Martins, que venceu recentemente o Prêmio São Paulo de Literatura. Os participantes, além da palestra, receberão um exemplar autografado de livro do autor.

Inscreva-se pelo e-mail charleskiefer@uol.com.br

São apenas 12 vagas para cada um dos eventos.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Conversando com Luciano Alabarse

Dia 24/08 (segunda-feira), das 12h às 14, é a vez de Luciano Alabarse no Projeto Conversando, organizado pela Oficina Literária Charles Kiefer. Durante 2 horas um público de, no máximo, 12 pessoas, vai prestigiar a palestra do diretor teatral gaúcho, criador do "Porto Alegre em Cena", vencedor de vários prêmios, e que nos últimos anos tem se dedicado à montagem de tragédias gregas. Quem participar do Conversando ganha três obras do organizador do evento, Charles Kiefer. As obras que serão entregues aos participantes já foram adaptadas para o teatro ou para o cinema. Entre os temas que serão abordados por Luciano Albarse no Conversando estão: interpretação e direção teatral, montagem de clássicos e principais influências. Informações e inscrições para o Conversando com Luciano Alabarse pelos telefones : 51 8116-7928, 51 3311-4825 ou oficinack@cpovo.net. A Oficina Literária Charles Kiefer fica no bairro Menino Deus, na rua Itoró, 175/conjunto 206.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Mudança de início do curso Mitos Femininos

Curso: MITOS FEMININOS NA LITERATURA DA ANTIGUIDADE
Dra. Regina Zilberman

Nos dias 21 e 28 de setembro e 05 e 14 de outubro, às segundas-feiras, das 18h às 20h, no Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias, na Itororó, 175/206, no Bairro Menino Deus, Regina Zilberman, uma das mais importantes críticas literárias do Brasil, dará o curso Mitos femininos na literatura da Antiguidade.

PROGRAMA

1. A sedução (Helena), no dia 21 de setembro;
2. A fidelidade (Penélope, Dejanira) no dia 28 de setembro;
3. A maternidade (Medeia, Clitemnestra, Jocasta, Fedra), no dia 05 de outubro;
4. As filhas (Electra, Ifigênia, Antígona), no dia 14 de outubro.

Para um melhor aproveitamento do curso, solicita-se que os inscritos leiam, antecipadamente, as seguintes peças teatrais:

ÉSQUILO. Agamemnon. Trad. de Trajano Vieira. São Paulo: Perspectiva, 2007.
EURÍPEDES. Medeia. Hipólito. As troianas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001 (Col. A Tragédia Grega, v. 3)
SÓFOCLES. Édipo Rei. Antígona. São Paulo: Martin Claret, 2002.
EURÍPEDES; SÓFOCLES. Electra(s). Trad. de Trajano Vieira. São Paulo: Atelier, 2009.

sábado, 8 de agosto de 2009

Prêmio aos Seguidores

Prêmio aos seguidores

Mensalmente, farei o sorteio de 5 livros de minha autoria aos Seguidores de meu blog

HTTP://charleskiefer.blogspot.com

No primeiro sorteio, foram premiados os Seguidores:

1. Ana Mariano
2. Francine
3. Julix
4. Luciane Slomka
5. Wania

Os ganhadores devem entrar em contato com charleskiefer@uol.com.br , escolhendo 1 (um) exemplar da seguinte lista:

Obras de Charles Kiefer

Antologia pessoal (contos)
Borges que amava Estela (ensaios)
Museu de coisas insignificantes (poesia)
O perdedor (poesia)
Um outro olhar (contos)
Elo perdido (contos)
A face do abismo (romance)
Mercúrio veste amarelo (ensaio)
Aventura no Rio Escuro (novela infanto)
Você viu meu pai por aí? (novela infanto)
A dentadura postiça (contos)
A poética do conto (ensaio)
Dedos de pianista (contos)
Contos escolares (contos)
Valsa para Bruno Stein (romance)
Quem faz gemer a terra (romance)
Logo tu repousarás também (contos)
O escorpião da sexta-feira (romance)
O pêndulo do relógio (novela)

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Atualização do Programa de Fidelidade

Para valorizar a participação em nossos eventos, criamos o Programa de Fidelidade. Assim, quem fechar 10 (dez) participações, receberá um Conversando de cortesia.

A tabela é cumulativa e sem prazo de validade. Basta ir participando e pontuando, até chegar a 10.

Abaixo, a atualização dos dados de 3 participantes:

Guido Kopittke
8 (oito)

Newton Fabrício
7 (sete)

Viviane Treméa
5 (cinco)

terça-feira, 28 de julho de 2009

Programa de fidelidade (atualização)

Para valorizar a participação em nossos eventos, criamos o Programa de Fidelidade. Assim, quem fechar 10 (dez) participações, receberá um Conversando de cortesia. A tabela é cumulativa e sem prazo de validade. Basta ir participando e pontuando, até chegar a 10.

Abaixo, a posição dos que participaram de três ou mais eventos até o momento.

Guido Kopittke
7 (sete)

Newton Fabrício
6 (seis)

Viviane Treméa
4 (quatro)

César Azevedo
4 (quatro)

Carmen Sílvia Presotto
3 (três)

Denise Barros
3 (três)

Laura Nunes Vieira
3 (três)

Leila Teixeira
3 (três)

Luciano Medici Antunes
3 (três)

Marcel Citro
3 (três)

Marilene Smarczek
3 (três)

Zeoni Warmling
3 (três)

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Notas sobre os cursos e oficinas

Assis Brasil

Hoje, dia 24 de julho, às 17h, terminam as aulas de Assis Brasil, no curso A construção do romance. Na segunda, dia 27, teremos o início das aulas do segundo grupo.

Se você perdeu os cursos, vamos repeti-los no início de 2010. Coloque já seu nome em lista de espera. Aliás, faça isso rapidamente, pois as novas turmas já estão quase lotadas.


Regina Zilberman

Estão se esgotando rapidamente as vagas para o curso Mitos femininos na literatura da Antiguidade, com Regina Zilberman, para setembro/outubro.


Moacyr Scliar

A oficina de Crônicas com Moacyr Scliar está em pleno andamento. Segunda-feira, dia 27, teremos a segunda aula.


Juremir Machado da Silva

As vagas para o Conversando com Juremir Machado da Silva, a realizar-se no dia 04 de agosto, já estão esgotadas e há lista de espera para um segundo encontro.

Ainda temos vagas para o curso de Desenho de Humor, com o chargista Santiago. Para inscrever-se escreva para charleskiefer@uol.com.br ou oficinack@cpovo.net

Notas sobre os cursos e pf

domingo, 19 de julho de 2009

MITOS FEMININOS NA LITERATURA DA ANTIGUIDADE

Curso: MITOS FEMININOS NA LITERATURA DA ANTIGUIDADE
Dra. Regina Zilberman

Nos dias 14, 21 e 28 de setembro e 05 de outubro, às segundas-feiras, das 18h às 20h, no Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias, na Itororó, 175/206, no Bairro Menino Deus, Regina Zilberman, uma das mais importantes críticas literárias do Brasil, dará o curso Mitos femininos na literatura da Antiguidade.


PROGRAMA

1. A sedução (Helena), no dia 14 de setembro;
2. A fidelidade (Penélope, Dejanira) no dia 21 de setembro;
3. A maternidade (Medeia, Clitemnestra, Jocasta, Fedra), no dia 28 de setembro;
4. As filhas (Electra, Ifigênia, Antígona), no dia 05 de outubro.



Para um melhor aproveitamento do curso, solicita-se que os inscritos leiam, antecipadamente, as seguintes peças teatrais:

ÉSQUILO. Agamemnon. Trad. de Trajano Vieira. São Paulo: Perspectiva, 2007.
EURÍPEDES. Medeia. Hipólito. As troianas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001 (Col. A Tragédia Grega, v. 3)
SÓFOCLES. Édipo Rei. Antígona. São Paulo: Martin Claret, 2002.
EURÍPEDES; SÓFOCLES. Electra(s). Trad. de Trajano Vieira. São Paulo: Atelier, 2009.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Regina Zilberman e os mitos femininos

Regina Zilberman, uma das mais importantes críticas literárias do Brasil, dará o curso Mitos femininos na literatura da Antiguidade nos dias 14, 21 e 28 de setembro e 05 de outubro, às segundas-feiras, das 18h às 20h, no Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias.

Dia 14: A sedução (Helena);
Dia 21: A fidelidade (Penélope, Dejanira);
Dia 28: A maternidade (Medeia, Clitemnestra, Jocasta, Fedra)
Dia 05 de outubro: As filhas (Electra, Ifigênia, Antígona)

Reserve já a sua vaga.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Notícias sobre nossos eventos

1. Na segunda-feira, dia 20 de julho, às 14:30h, começa a oficina A construção do Romance, com o romancista e professor Luiz Antonio de Assis Brasil. E no dia 27 de julho, às 14:30h, começa o segundo grupo. Lotados desde abril deste ano, os cursos do Assis tem extensas listas de espera.

2. Na segunda-feira, dia 20 de julho, ao meio dia, inicia a Oficina de Crônica, com o imortal Moacyr Scliar. E as aulas continuam em 27 de julho, 03 de agosto e 10 de agosto. A turma está lotada e há lista de espera.

3. Ainda temos vagas para o Conversando com Juremir Machado da Silva, que acontecerá no dia 04 de agosto, terça-feira, ao meio-dia.

4. Ainda temos vagas para o Conversando com Luciano Alabarse, que acontecerá no dia 24 de agosto, segunda-feira, ao meio-dia.

5. Para setembro, teremos uma Oficina de Dramaturgia com Ivo Bender. Reserve sua vaga antes da abertura do processo de matrícula e garanta assim o seu lugar.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Oficina de desenho de humor com Santiago

O cartunista Santiago, um dos mais famosos do Rio Grande do Sul, colecionador de prêmios internacionais e reconhecido por seus cartuns de alta qualidade técnica e humor afiado, será o ministrante do curso de Desenho de Humor que a Oficina Literária Charles Kiefer oferece a partir do dia 10 de agosto. As aulas ocorrerão sempre às segundas-feiras na unidade do bairro Menino Deus, na Rua Itororó, 175/conjunto 206, sempre das 18h às 20h.

Desenhista de humor, como gosta de ser chamado, Santiago nasceu Neltair Rebés Abreu. O apelido com o qual se consagrou foi adquirido nos tempos da faculdade de Arquitetura e remete a sua cidade de origem, Santiago do Boqueirão. O cartunista começou sua carreira na revista Novolhar, em 1975, e na extinta Folha da Tarde, de Porto Alegre, e assim foi até a década de 80 quando se tornou autônomo, trabalhando com diversas empresas jornalísticas como Jornal do Comércio, de Porto Alegre, jornais do interior gaúcho, Jornal do Brasil, do Rio de Janeiro, além de editoras. Esses trabalhos ele chama de “desenhos de sobrevivência”.

Santiago dedica-se ao desenho de caráter humorístico, sempre com um olhar original e impactante. O cartunista define a atuação dos chargistas como uma mistura de jornalismo com artes plásticas e que esta mistura é bem aplicada aos fatos políticos, já que o cenário muitas vezes conturbado nesta área é favorável aos cartunistas. O talento de Santiago já rendeu muitos prêmios e distinções. Ele já ganhou diversas edições de Fóruns de Humor Gráfico, e o principal, a premiação do jornal Yomiuri, espécie de Oscar anual dos cartuns que se realiza no Japão. Além do trabalho com a imprensa, Santiago tem mais de uma dezena de livros como, “Humor Macanudo” e “Dupla Sertanojo”.

Durante a Oficina de Desenho de Humor, que vai se desenrolar em quatro encontros, terminando no dia 31 de agosto, Santiago vai tratar do desenho, enquanto ferramenta de expressão, abordando a estilização e a simplificação da figura, expressões e movimentos, a busca pela piada original, através das analogias visuais, trocadilhos verbais e jogos de palavras, a surpresa e a originalidade da piada, o desenho sem palavras e o desenho com texto no balão. Os dois últimos encontros, Santiago vai dedicar a estrutura do cartum, o ângulo de visão do leitor, a criação dos personagens, as regras básicas da comunicação visual e o uso dos símbolos consagrados do humor gráfico (alfabeto visual), além de realizar uma análise dos desenhos produzidos em sala de aula, com um balanço de erros e acertos.

Informações e inscrições para a Oficina de Desenho de Humor com Santiago através dos telefones (51) 8116-7928, (51) 3311-4825 ou pelo e-mail oficinack@cpovo.net.

domingo, 12 de julho de 2009

Moacyr Scliar ministra oficina de crônicas

O Espaço de Oficinas Literárias Charles Kiefer oferece uma Oficina de Crônicas com o escritor Moacyr Scliar. A oficina vai se desenvolver durante quatro encontros, às segundas-feiras, a partir do dia 20 de julho, sempre das 12h às 14h, na unidade Menino Deus, que fica na Rua Itororó, 175/conjunto 206. O curso é limitado a no máximo 12 participantes.

Cronista reconhecido, Moacyr Scliar é autor de 80 livros em vários gêneros além da crônica, como romance, conto, ensaio e ficção infanto-juvenil. Suas obras já foram publicadas nos Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha, Portugal, Inglaterra, Itália, Rússia, Tchecoslováquia, Suécia, Noruega, Polônia, Bulgária, Japão, Argentina, Colômbia, Venezuela, Uruguai, Canadá e outros países, com grande repercussão crítica.

Moacyr Scliar foi agraciado com diversos prêmios como o Prêmio Academia Mineira de Letras (1968), Prêmio Joaquim Manoel de Macedo (Governo do Estado do Rio, 1974), Prêmio Cidade de Porto Alegre (1976), Prêmio Brasília (1977), Prêmio Guimarães Rosa (Governo do Estado de Minas Gerais, 1977), Prêmio Jabuti (1988, 1993, 2000 e 2007), Prêmio Casa de las Americas (1989), Prêmio Pen Club do Brasil (1990), Prêmio Açorianos (Prefeitura de Porto Alegre, 1997 e 2002), Prêmio José Lins do Rego (Academia Brasileira de Letras, 1998) e Prêmio Mário Quintana.

Informações e inscrições para a Oficina de Crônica com Moacyr Scliar através dos telefones (51) 3311-4825, (51) 8116-7928 ou ainda pelo e-mail oficinack@cpovo.net.

Conversando com Juremir Machado da Silva: literatura e pós-modernidade

Juremir Machado da Silva é o convidado do projeto Conversando do próximo dia 4 de agosto (terça-feira), das 12h às 14h, nas Oficinas Literárias Charles Kiefer. Para um grupo de, no máximo, 12 participantes, o escritor, jornalista e professor vai falar sobre o tema literatura e pós-modernidade.

Juremir Machado da Silva é doutor em Sociologia pela Universidade de Paris V: René Descartes. Em Paris, de 1993 a 1995, foi colunista e correspondente do jornal Zero Hora. Atualmente, é professor do curso de Jornalismo da Faculdade de Comunicação Social da PUCRS e coordenador do programa de pós-graduação em Comunicação da mesma universidade. Também é colunista no jornal Correio do Povo. Autor de dezenas de livros, Juremir Machado da Silva tem obras publicadas em vários gêneros como conto, novela e romance, além de livros relativos à área da Comunicação.

Os participantes do Conversando com Juremir Machado da Silva vão receber o romance Solo, publicado pela Editora Record. Nesta obra o autor apresenta a história de um homem dividido entre a busca do sucesso profissional, alcançado precocemente na publicidade, e um grande amor fracassado. Tudo na sua vida é tragicômico. Em algum momento, tudo esteve ao alcance da sua mão. Depois, restaram-lhe os controles remotos da televisão, do aparelho de som e do DVD. É nessa época que tentará encontrar um sentido, talvez até mesmo algo anacrônico, o sentido da vida. Este livro se insere, portanto, na longa tradição dos romances sobre um personagem que vai ao fundo do poço ou desce ao inferno em busca de si mesmo. Nessa aventura interior radical, ele atravessa várias etapas, desde uma fase de reclusão total até uma fuga para o exterior, com viagens por alguns países em busca da sua identidade. Por fim, perceberá que todos os caminhos se entrelaçam numa rede. O resultado disso tudo é uma narrativa irônica, muitas vezes divertida ou cheia de ternura pela fraqueza dos seres humanos, outras vezes sufocante, opressiva e impiedosa.

Interessados em participar do Conversando com Juremir Machado da Silva devem entrar em contato pelos telefones (51) 3311-4825 ou (51) 8116-7928 ou através do e-mail oficinack@cpovo.net ou charleskiefer@uol.com.br

A Construção do Romance: 27 a 31 de julho

Arno Werlang
Carina Luft
Carmen Silvia Presotto
Caue Fonseca
Clara Hartmann
Cristina Moreira
Isabela Niemeyer
Josué de Paiva
Luciane Godinho da Silva
Marco de Curtis
Marilene Smarczek
Mariza Baur

A construção do romance: 20 a 24 de julho

Adriane Gaspary
Berenice Reinheimer
César Azevedo
Denise Barros
Eliana Cristina Dala
José Antônio Lemos
Luciana Wickert
Pena Cabreira
Ricardo Morales Brum
Sandra Stechman
Vanessa Silla
Zeoni Warmling

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Programa de Fidelidade

Para valorizar a participação em nosso evento Conversando, criamos o Programa de Fidelidade. Assim, quem fechar 10 (dez) participações, recebrá a décima-primeira de cortesia. A tabela é cumulativa e sem prazo de validade. Basta ir participando e pontuando, até chegar a 10. Abaixo, a posição dos que participaram de três ou mais eventos até o momento.

Classificação das participações
no Projeto Conversando


Nome

Guido Kopittke
7 (sete)

Newton Fabrício
6 (seis)

Viviane Treméa
4 (quatro)

Luciano Medici Antunes
3 (três)

Laura Nunes Vieira
3 (três)

Leila Teixeira
3 (três)

César Azevedo
3 (três)

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Oficina de crônicas com Moacyr Scliar

O Espaço de Oficinas Literárias Charles Kiefer oferece uma Oficina de Crônicas com o escritor Moacyr Scliar, a realizar-se em 4 encontros, nos dias 20 e 27 de julho e 03 e 10 agosto de 2009, às segundas-feiras, das 12h às 14h, na Rua Itororó, 175/206.

Solicite informações pelo e-mail charleskiefer@uol.com.br

Somente 12 vagas.

Moacyr Scliar é autor de 80 livros em vários gêneros: romance, conto, ensaio, crônica, ficção infanto-juvenil. Suas obras já foram publicadas nos Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha, Portugal, Inglaterra, Itália, Rússia, Tchecoslováquia, Suécia, Noruega, Polônia, Bulgária, Japão, Argentina, Colômbia, Venezuela, Uruguai, Canadá e outros países, com grande repercussão crítica. O autor foi agraciado com diversos prêmios como o Prêmio Academia Mineira de Letras (1968), Prêmio Joaquim Manoel de Macedo (Governo do Estado do Rio, 1974), Prêmio Cidade de Porto Alegre (1976), Prêmio Brasília (1977), Prêmio Guimarães Rosa (Governo do Estado de Minas Gerais, 1977), Prêmio Jabuti (1988, 1993, 2000 e 2007), Prêmio Casa de las Americas (1989), Prêmio Pen Club do Brasil (1990), Prêmio Açorianos (Prefeitura de Porto Alegre, 1997 e 2002), Prêmio José Lins do Rego (Academia Brasileira de Letras, 1998) e Prêmio Mário Quintana.

Concurso Josué Guimarães

A 11ª edição do Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães recebeu 1.827 trabalhos inéditos, com participação de escritores de 20 estados do país. Rio Grande do Sul, com 429 contos, São Paulo, com 426, e Rio de Janeiro, com 375, são os Estados com o maior número de participantes. Como acontece tradicionalmente, os dois primeiros colocados serão conhecidos na abertura da 13ª Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo, no dia 24 de agosto.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Vencedoras do Projeto Outras Mulheres

Tenho a satisfação de anunciar as 16 autoras que farão parte do livro Outras mulheres. São elas, em ordem alfabética (a comissão julgadora não fez ordem de classificação, apenas indicou os nomes):

1. Ana Cristina Klein
2. Ana Mariano
3. Angela Ramis
4. Ayalla Aguiar
5. Cristina Moreira
6. Daniela Langer
7. Eni Allgayer
8. Isabelle Fontrin
9. Leila Teixeira
10. Lívia Petry
11. Monique Revillion
12. Miriam Cristina Nardin
13. Norma Ramos
14. Renata Wolff
15. Vanessa Mello
16. Viviane Treméa

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Publicações de alunos das Oficinas CK (desde 2004)

Livros individuais

ANTUNES, Luciano Médici. Arqueologia reversa e outras histórias. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.
BOECHAT, Lúcio. Shakespeare & Cia. Porto Alegre: WS Editor, 2004.
—. Namoro entre livros. São Paulo: Atica, 2007.
BOURSCHEID, Cleonice. Passa, passa, passarinho. Santa Cruz do Sul; Edunisc, 2006.
—. Ave, pássaro. Porto Alegre: Nova Prova, 2007.
—. Comadre Coruja e Compadre Gavião. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2007.
COSTA E FONSECA, Ana Carolina. Sei que ele me ama, pois me disse uma vez. Porto Alegre: Bestiário, 2004.
CRUZ, Juarez Guedes. Cronologia dos gestos. Porto Alegre: Movimento, 2004.
—. Alguns procedimentos para ocultar feridas. Porto Alegre: Movimento, 2007.
DIEL, Vitor. Granada. Porto Alegre: Armazém de Livros, 2008.
GRANDO, Diego. Desencantado carrossel. Porto Alegre: Não Editora, 2008.
GODINHO, Alpheu. Eros em decúbito. Porto Alegre, 2007.
GRINBERG, Cassio. Ela em mim. Porto Alegre: Instituto Estadual do Livro, 2005.
KLEIN, Ana. Moinhos de sangue. Porto Alegre: Mercado Aberto: 2006.
KOPPITKE, Guido. Companhia das tias. Porto Alegre: WS Editor, 2004.
MAGNABOSCO, Marile. À sombra dos pinhais. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.
MARIANO, Ana. Olhos de cadela. Porto Alegre: LPM, 2006.
MELLO, Saul. Vestígios dela e outras histórias. Porto Alegre: Evangraf, 2008.
MESSIAS, Rudiran. Tabus, perversões & outras catarses. Porto Alegre: Nova Prova, 2005.
MORAES, Bernardo. Minimundo. Porto Alegre: Instituto Estadual do Livro, 2006.
PUJOL Filho, Reginaldo. Azar do personagem. Porto Alegre: Não Editora, 2007.
REVILLION, Monique. Teresa, que esperava as uvas. São Paulo: Geração Editorial, 2006.
ROSP, Rodrigo. A virgem que não conhecia Picasso. Porto Alegre: Não Editora, 2007.
SAFI, Nelson G. Balas de coco e outras histórias amargas. Porto Alegre: Nova Prova, 2004.
TEIXEIRA, Carol. Verdades & Mentiras. Porto Alegre: LPM, 2006.
TEDESCO, Paulo. Quem tem medo do Tio Sam. São Paulo: Scortecci, 2004.

Coletâneas

ALLGAYER, Eny. 104 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2008.
ASPIS, Abrão et all. 102 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2005.
BORDIN, Valmor et all. Inventário das delicadezas. Porto Alegre: Palmarinca, 2007.
COSTA, Alexandre. 103 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.
—. Novos contos imperdíveis. Porto Alegre: Nova Prova, 2007
FURTADO, Ademir et all. 101 que contam. Porto Alegre: Nova Prova, 2004.
—. 30 contos imperdíveis. Porto Alegre: Mercado Aberto, 2006.
GOMES, Adolfo et all. Brevíssimos! Porto Alegre: Bestiário, 2005.
GODINHO, Alpheu et all. Histórias de quinta. Porto Alegre: Bestiário, 2005.
KLEIN, Ana et all. Porque hoje é sábado. Porto Alegre: Nova Prova, 2006.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

CONVERSANDO COM RUY CARLOS OSTERMANN SERÁ NO DIA 29/06


Ruy Carlos Ostermann é o convidado do Projeto Conversando, no próximo dia 29 de junho (segunda-feira) das 12h às 14h. O projeto Conversando é organizado pelo Espaço de Oficinas Literárias Charles Kiefer, que fica na Rua Itororó, 175, conjunto 206, no Bairro Menino Deus, em Porto Alegre. Os participantes do Conversando vão ganhar três edições da obra “Encontros com o Professor”. Estas edições reúnem entrevistas de várias personalidades que passaram pelo talk-show comandado por Ruy. Entre os temas que serão abordados por Ruy durante o encontro estão cultura, literatura, jornalismo cultural e esportivo, entre outros. As vagas são limitadas a 12 participantes.

Ruy Carlos Ostermann ou, o Professor, como é chamado desde os tempos da Folha da Tarde, em 1957, quando começou sua carreira jornalística, é filósofo, com formação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde foi assistente do professor Ernani Maria Fiori na cadeira de Introdução à Filosofia. Lecionou Filosofia no Colégio Israelita Brasileiro e no colégio João XXIII e foi professor de Psicologia da Educação na UFRGS. Também atuou na política, como deputado estadual, cumprindo dois mandatos, e como primeiro Secretário de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, em 1987, na seqüência também foi Secretário de Educação. Presidiu, ainda, o Conselho Deliberativo da TVE-RS na re-configuração democrática do Conselho. É Cidadão Honorário de Porto Alegre. Nasceu em São Leopoldo, onde viveu até o início da vida adulta, criado ouvindo as conversas no Café Comercial, na Rua Grande, de propriedade dos pais Arthur e Olívia. Na época, diziam, seria advogado, pela fluência verbal que já demonstrava. Foi ser comentarista - primeiro de basquete, depois de futebol. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior - Rádio Guaíba, Folha da Tarde, Folha da Manhã e Correio do Povo. Está na RBS desde 1978; na Rádio Gaúcha, apresenta o programa diário Gaúcha Entrevista, comanda o Sala de Redação e é o principal comentarista esportivo da emissora; na Zero Hora, escreve diariamente na editoria de Esportes.Ruy transita da cultura popular à erudita. Foi Personalidade do Livro, eleito pela Câmara Rio-Grandense do Livro e Patrono da Feira do Livro de Porto Alegre (2002). Tem vários livros publicados: a coletânea de novos contistas, Nove do Sul, em 1961; o Admirável Futebol Brasileiro (em parceria com Cid Pinheiro Cabral); A Paixão do Futebol; Itinerário da Derrota; Meu Coração é Vermelho, o livro dos 90 anos do Internacional; Até a Pé Nós Iremos, o livro do Grêmio; Hi, Hip, Hip, Hurrah, o livro do Grêmio Náutico União; O Nome do Jogo, coletânea de crônicas publicadas na Zero Hora; Meia Encarnada, Dura de Sangue, coletânea de escritores gaúchos; Felipão, A Alma do Penta, uma biografia de Luiz Felipe Scolari, editado também em Portugal e Dicionário de Contrabandos, lançado em 2004. É co-autor, com o fotógrafo Henrique Amaral, da obra Porto Alegre vista do céu.

Desde 2004, comanda o talk-show quinzenal Encontros com o Professor, no qual entrevista personalidades da cultura brasileira. O evento originou a série de livros Encontros com o Professor - Cultura Brasileira em Entrevista, que já está no terceiro volume e traz uma síntese das conversas realizadas ao longo de cada edição do projeto. Ruy participa também como comentarista do programa Bem Amigos!, da SporTV, quinzenalmente desde 2007. Interessados em participar do Conversando com Ruy Carlos Ostermann podem entrar em contato pelo telefone (51) 8116-7928 ou através do endereço eletrônico: oficinack@cpovo.net .

domingo, 31 de maio de 2009

Autores e datas do Projeto Conversando

Projeto Conversando
Rua Itororó, 175/206
Valor: 100,00

Autores e datas

Moacyr Scliar II
08 de junho
12-14h
(Lotado)

Luis Augusto Fischer
09 de junho
14-16h

Martha Medeiros
22 de junho
12-14h

Ruy Carlos Ostermann
29 de junho
12-14h

Juremir Machado da Silva
04 de agosto
12h-14h

quarta-feira, 27 de maio de 2009

CONVERSANDO COM MARTHA MEDEIROS SERÁ EM 22 DE JUNHO


Dia 22 de junho é a vez de Martha Medeiros participar do projeto Conversando, organizado pelo Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias. A partir das 12h até às 14h a escritora vai se reunir com um grupo de no máximo 12 pessoas para falar sobre literatura.

Martha Medeiros é formada em Comunicação Social e já atuou como publicitária. Na literatura tem obras publicas em vários gêneros: poesia, crônica, romance. Como poeta, publicou os seguintes livros: Strip Tease (Brasiliense, 1985), Meia-Noite e Um Quarto (L&PM, 1987) Persona Non Grata (L&PM, 1991), De Cara Lavada (L&PM, 1995), Poesia Reunida (L&PM, 1999) e Cartas Extraviadas e Outro Poemas (L&PM, 2001). Em maio de 1995 lançou seu primeiro livro de crônicas, Geração Bivolt (Artes & Ofícios), onde reuniu artigos publicados no jornal Zero Hora e textos inéditos. Em 1996 lançou o guia Santiago do Chile, Crônicas e Dicas de Viagem, fruto dos oito meses em que viveu na capital chilena. Seu segundo livro de crônicas, Topless (L&PM, 1997), ganhou o Prêmio Açorianos de Literatura.

Seu primeiro best seller no gênero crônica foi a coletânea Trem-Bala, adaptada com sucesso para os palcos, sob direção de Irene Brietzke. Os três últimos volumes de crônicas publicadas foram Non-Stop/Crônicas do Cotidiano (2001), Montanha-Russa (2003, segundo lugar no Prêmio Jabuti e vencedor do Prêmio Açorianos) e Coisas da Vida (2005). Seu romance Divã, lançado pela editora Objetiva, já vendeu mais de 70.000 exemplares, foi publicado na França, Suiça, Itália, Portugal e Espanha, virou peça de teatro com Lilia Cabral no papel principal e acaba de estrear no cinema, já atingindo 1 milhão de espectadores no primeiro mês. Martha Medeiros também já navegou pela literatura infantil e pela editora Projeto lançou Esquisita Como Eu.

Também possui na sua bagagem como ficcionista outros dois livros: Selma e Sinatra e Tudo que eu queria te dizer, um livro de cartas fictícias que já está na sexta edição e acaba de ser lançado na Itália. É colunista dos jornais Zero Hora e O Globo, além de colaborar para outras publicações. Seu mais recente lançamento é o livro Doidas e Santas, que reúne 100 crônicas publicadas entre outubro de 2005 e julho de 2008 e que já é um dos livros mais vendidos do país, segundo a lista da revista Veja. As inscrições para participar do Conversando com Martha Medeiros já estão abertas. Os participantes receberão no dia do evento um exemplar da obra Doidas e Santas, autografada. Outras informações e inscrições através do telefone (51) 8116-7928 ou oficinack@cpovo.net.

domingo, 24 de maio de 2009

Moacyr Scliar no Conversando, dia 26 de maio

O projeto Conversando, organizado pelo Espaço de Oficinas Literárias Charles Kiefer, oferece no dia 26 de maio (terça-feira), das 14h às 16h, uma palestra com o escritor gaúcho Moacyr Scliar. Durante duas horas, 12 pessoas terão a oportunidade de conhecer a vida e a obra de um dos mais importantes nomes da literatura brasileira. Os participantes receberão ao final do evento o livro de contos Histórias para quase todos os gostos, publicado pela L&PM, autografado pelo escritor.

Moacyr Scliar é autor de 80 livros em vários gêneros: romance, conto, ensaio, crônica, ficção infanto-juvenil. Suas obras já foram publicadas nos Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha, Portugal, Inglaterra, Itália, Rússia, Tchecoslováquia, Suécia, Noruega, Polônia, Bulgária, Japão, Argentina, Colômbia, Venezuela, Uruguai, Canadá e outros países, com grande repercussão crítica. O autor foi agraciado com diversos prêmios como o Prêmio Academia Mineira de Letras (1968), Prêmio Joaquim Manoel de Macedo (Governo do Estado do Rio, 1974), Prêmio Cidade de Porto Alegre (1976), Prêmio Brasília (1977), Prêmio Guimarães Rosa (Governo do Estado de Minas Gerais, 1977), Prêmio Jabuti (1988, 1993, 2000 e 2007), Prêmio Casa de las Americas (1989), Prêmio Pen Club do Brasil (1990), Prêmio Açorianos (Prefeitura de Porto Alegre, 1997 e 2002), Prêmio José Lins do Rego (Academia Brasileira de Letras, 1998) e Prêmio Mário Quintana (1999).

Além de escritor e médico, registra passagem pela Academia como professor visitante na Brown University (Department of Portuguese and Brazilian Studies), e na Universidade do Texas (Austin) nos Estados Unidos. Freqüentemente é convidado para conferências e encontros de literatura no país e no exterior. Moacyr Scliar atua como colunista dos jornais Zero Hora, Folha de São Paulo e Correio Brasiliense, além de colaborar com vários órgãos da imprensa no país e no exterior. Tem textos adaptados para o cinema, teatro, tevê e rádio e é um dos membros da Academia Brasileira de Letras.

O projeto Conversando ocorre no Espaço de Oficinas Literárias Charles Kiefer, que fica na Rua Itororó, 175/sala 206, no bairro Menino Deus. Exibir mapa ampliado.Interessados em obter outras informações sobre o evento podem entrar em contato através do e-mail oficinack@cpovo.net. As vagas são limitadas a 12 participantes e não há inscrições abertas.

No dia 15 de junho, segunda-feira, às 12h, haverá um terceiro grupo. Para este, ainda temos vagas. Inscreva-se.

Jornalista Responsável: Marta Tejera (51) 8116-7928 ou martatejera@cpovo.net

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Projeto Conversando: autores, datas e horários

Projeto Conversando
Rua Itororó, 175/206
Valor: 100,00

Nei Lisboa
22 de maio
16-18h
(Lotado)

Rubem Mauro Machado
25 de maio
12-14h

Moacyr Scliar I
26 de maio
14-16h
(Lotado)

Moacyr Scliar II
08 de junho
12-14h
(Lotado)

Luis Augusto Fischer
09 de junho
14-16h

Moacyr Scliar III
15 de junho
12-14h

Martha Medeiros
22 de junho
12-14h

Ruy Carlos Ostermann
29 de junho
12-14h

segunda-feira, 18 de maio de 2009

LUÍS AUGUSTO FISCHER FALA SOBRE LITERATURA & OUTROS TEMAS



Luís Augusto Fischer é o convidado do dia 9 de junho (terça-feira), das 12h às 14h, no projeto Conversando, coordenado pelo escritor Charles Kiefer. Professor universitário, escritor e jornalista Luís Augusto Fischer é Doutor em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é professor-adjunto de Literatura Brasileira do Instituto de Letras da UFRGS, onde leciona desde 1984. Como escritor, lançou livros de ensaio, de crônicas e de contos, entre outros gêneros, tendo como destaque o já clássico Dicionário de Porto-Alegrês e a premiada novela Quatro Negros. Desde junho de 1999, integra o Sarau Elétrico, evento semanal de literatura, no bar Ocidente, em Porto Alegre. Fischer colabora como colunista de vários periódicos, como jornal ABC Domingo, de Novo Hamburgo, jornal Zero Hora, de Porto Alegre, sendo também colaborador eventual das revistas Bravo!, Superinteressante e do jornal Folha de S. Paulo.
O projeto Conversando é dirigido a um público máximo de 12 pessoas e os participantes receberão uma obra do escritor autografada durante o evento. Durante o encontro, os participantes conhecerão as impressões do autor a respeito da literatura, de maneira geral, além de descobrir seu modo de criação e sistema de trabalho, tanto no que diz respeito à crítica literária quanto à produção ficcional.

Conversando com Rubem Mauro Machado

RUBEM MAURO MACHADO É O CONVIDADO DE CHARLES KIEFER NO PROJETO CONVERSANDO

No próximo dia 25 de maio (segunda-feira), das 12h às 14h, o Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias recebe o escritor Rubem Mauro Machado no projeto Conversando.

Machado vai proferir uma palestra para um grupo de no máximo 12 pessoas. Entre os temas da palestra estão a produção literária, aspectos editorias e processo de criação.

Rubem Mauro Machado é jornalista, tradutor e escritor. Começou sua vida profissional como jornalista em Porto Alegre, mas depois seguiu para São Paulo e Rio de Janeiro, cidade onde reside desde 1974. Trabalhou nos principais jornais cariocas, participou de diversas antologias de contos, inclusive no exterior, e tem oito livros de ficção publicados. Com A Idade da Paixão, recebeu o Prêmio Jabuti de melhor romance em 1986.

Os participantes do Conversando com Rubem Mauro Machado vão receber a obra O Executante, da Coleção Negra, publicada pela Editora Record. Em O Executante, o jornalista e escritor Rubem Mauro Machado conta três histórias, cujos elementos básicos são sexo, ação e suspense - temperados com altas doses de humor e violência. As histórias são ambientadas no Rio de Janeiro. Em O Executante, Machado confere a suas personagens uma densidade psicológica inspirada nas novelas de Simenon, mesclando ficção e realidade. Ele utiliza figuras da vida real e cria personagens inspirados em pessoas comuns, que apesar de não aparentarem, são capazes de atitudes estarrecedoras.

O Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias fica na Rua Itororó, 175/conjunto 206, bairro Menino Deus. Informações e inscrições através do telefone (51) 8116-7928 ou oficinack@cpovo.net.Jornalista Responsável: Marta Tejera – (51) 8116-7928

domingo, 17 de maio de 2009

Ingrid Birnfeld e Leonardo Colucci vencem concurso

Recebi a antologia de contos publicada pela Fundação Cultural de Ituiutaba, contendo os vencedores do 18 Concurso de Contos Luiz Vilela. E, para alegria do mestre, lá estão dois alunos das nossas oficinas, os únicos gaúchos entre os 9 vencedores de todo o Brasil:

Ingrid Birnfeld, com o conto "Partidas";

Leonardo Colucci, com o conto "Páreo corrido".

Aos vencedores, os parabéns. Eles concorreram com 683 autores.

Se eles aceitarem, postarei os contos em Gosteimuito.blogspot.com para que todos possam conhecê-los.

Fizeram parte da Comissão Julgadora importantes nomes da crítica nacional: José Castello, Regina Zilberman e Rinaldo de Fernandes. Segundo a comissão, os contos vencedores mapeiam "as distintas linhas de força que, hoje, constituem o melhor da literatura brasileira no âmbito da narrativa curta".

sábado, 16 de maio de 2009

Bolsas para Escritores

A Fundação Biblioteca Nacional divulgou nesta semana editais de três bolsas de pesquisa. Estão abertas as inscrições para a seleção de bolsas do “Programa Nacional de Apoio à Pesquisa”, “Programa de Apoio à Tradução de Autores Brasileiros” e “Bolsas para Autores com Obras em Fase de Conclusão”. A data limite para o envio de projetos é o dia 12 de junho de 2009. As bolsas terão vigência de 12 meses, sem renovação, e, como nos anos anteriores, será vedada a acumulação desta com a de outros programas como CNPq, outras agências ou da própria FBN. Os editais de cada bolsa estão disponíveis para download em www.bn.br.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Concurso de Contos Josué Guimarães 2009

Regulamento

Instalado em 1988, o Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães homenageia o jornalista e escritor sul-rio-grandense que estimulou a criação e expansão das Jornadas Literárias de Passo Fundo, que se realizam, sem interrupção, desde 1981. Em 2009, o Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães chega à sua décima primeira edição.

INSCRIÇÕES

O concurso destina-se a contistas com obras publicadas ou não, que apresentem textos inéditos. Cada participante deverá apresentar 03 (três) contos. As inscrições serão realizadas de 30 de janeiro de 2009 a 01 de junho de 2009.

As inscrições podem ser feitas através da entrega de originais no local de inscrição ou por correio. Não serão aceitas inscrições por e-mail.

Local de inscrição:
Universidade de Passo Fundo
13ª Jornada Nacional de Literatura
11º Concurso de Contos Josué Guimarães
Centro Administrativo, Campus I BR 285 KM 171
Bairro São José CEP 99001-970 Passo Fundo/RS
Fone/fax: (54) 3316-8368
www.jornadadeliteratura.upf.br

APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS

Os originais deverão ser apresentados em 04 (quatro) vias, em formato A4, digitado numa só face, espaço 1, fonte Times Roman, tamanho 12, e identicados apenas com o pseudônimo do autor.

As 04 (quatro) vias deverão ser reunidas em um único envelope, com o título do concurso e o pseudônimo do autor. Nesse mesmo envelope, deverá ser colocado um outro envelope, contendo a identicação do autor, seu endereço completo, um breve currículo e a indicação dos títulos dos contos.

JULGAMENTO

Os trabalhos serão julgados por uma comissão indicada pelas instituições promotoras, devendo ser divulgado o nome dos vencedores na abertura da 13ª Jornada Nacional de Literatura, dia 24 de agosto de 2009, no Circo da Cultura em Passo Fundo.

Não caberá recurso às decisões da Comissão Julgadora.

PREMIAÇÃO

Os dois melhores contistas receberão prêmios no valor de:
1º lugar - R$ 5.000,00 (cinco mil reais);
Troféu Vasco Prado
2º lugar: - R$ 3.000,00 (três mil reais);
Troféu Vasco Prado

Alguns trabalhos poderão ser destacados com MENÇÃO HONROSA, a critério da Comissão Julgadora.

Os contos premiados poderão ser editados em antologia organizada pelo Instituto Estadual do Livro, a ser publicada em co-edição com a Fundação Universidade de Passo Fundo e com a Prefeitura Municipal de Passo Fundo.

OUTRAS DISPOSIÇÕES

Os casos não previstos por este regulamento serão resolvidos pela Comissão Julgadora.
A inscrição implicará, por parte do concorrente, a aceitação dos termos do presente regulamento, bem como a cessão, sem ônus, dos direitos autorais dos trabalhos inscritos, para eventual publicação, até 05 (cinco) anos após o encerramento do concurso.

Edital do Prêmio SESC de Literatura 2009

I - APRESENTAÇÃO

O PRÊMIO SESC DE LITERATURA 2009 é promovido pelo SESC – Serviço Social do Comércio, e objetiva premiar textos inéditos, escritos em língua portuguesa, por autores brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil, nas categorias literárias CONTO e ROMANCE.

II - INSCRIÇÃO

1Cada concorrente poderá participar com apenas uma obra em cada categoria. Caso participe em ambas categorias, as inscrições deverão ser enviadas separadamente, com pseudônimos distintos.

2O(s) texto(s) inscrito(s) deverá(ão) ser inédito(s), ou seja, nunca ter(em) sido publicado(s). Entende-se por publicação o processo de edição de uma obra literária e sua distribuição em livrarias ou pela internet.

3O autor não poderá ter nenhum livro publicado na(s) categoria(s) em que se inscrever.

4Os originais deverão ser enviados em quatro vias, sem ilustrações, datilografados em espaço duplo ou impressos em papel A4, em apenas um lado. Neste caso, a formatação deverá ser: fonte Times New Roman tamanho 12, estilo normal, na cor preta; parágrafo de alinhamento justificado; espaço entrelinhas duplo; margens 2,5.

5 As quatro vias deverão estar encadernadas, com folha de rosto na qual deverão constar o título da obra e o pseudônimo do autor.

6Em envelope lacrado, em anexo, deverão ser enviados os dados do autor: pseudônimo, nome, data de nascimento, título da obra, identidade, CPF, endereço completo, telefone, e-mail e currículo resumido.

7A obra enviada deverá ter entre 130 e 400 laudas, caso seja romance; e 70 e 200 laudas, caso seja livro de contos. Será considerada a formatação determinada no item 4.

8As inscrições deverão ser enviadas entre 05 de maio a 30 de setembro de 2009. A data que constar no carimbo do correio servirá como comprovante de inscrição no prazo determinado.

III - JULGAMENTO

1As obras inscritas serão analisadas por Comissões Julgadoras compostas por professores, escritores, jornalistas e críticos literários, selecionados pelo SESC.

IV - PREMIAÇÃO

1O resultado do PRÊMIO SESC DE LITERATURA 2009 será divulgado em fevereiro de 2010.

2O vencedor de cada categoria terá sua obra publicada e distribuída pela Editora Record.

3O autor vencedor de cada categoria terá direito a 10% do valor de capa da obra quando da sua comercialização em livrarias. Parte dessa primeira edição será distribuída para a rede de bibliotecas do SESC e outros espaços culturais.

4A cerimônia de premiação se dará no Rio de Janeiro, com data prevista para julho de 2010. Essa data poderá ser alterada sem aviso prévio pelo SESC.

5O autor vencedor de cada categoria terá direito a passagem aérea – exceto se for oriundo do estado do Rio de Janeiro – e estadia pagas pelo SESC para comparecer à premiação.

6O autor vencedor de cada categoria poderá ser convidado a participar de lançamentos da obra em eventos literários promovidos pelo SESC, que assumirá os custos de locomoção e estadia.

7As comissões julgadoras poderão selecionar, a seu critério, obras cujos autores receberão, a título de Menção Honrosa, um certificado emitido pelo SESC, além de kits com livros da Editora Record.

V - DISPOSIÇÕES GERAIS

1As inscrições para o PRÊMIO SESC DE LITERATURA 2009 são gratuitas.

2Entende-se por romance uma narrativa ficcional longa. E por livro de contos um conjunto de narrativas ficcionais curtas. Não serão aceitas inscrições com apenas um conto.

3É vetada a participação de funcionários, estagiários e parentes em até segundo grau de funcionários da Record e do SESC, da Confederação Nacional e Federações do Comércio, bem como de todos os envolvidos no processo de julgamento do concurso.

4Caso seja constatado que a obra inscrita já tenha sido publicada, a inscrição será anulada.

5Não serão aceitas obras póstumas ou escritas em coautoria.

6Será permitida a inscrição de obra cuja pequena parcela do conteúdo tenha sido exibida em blogs pessoais ou revistas eletrônicas, desde que não ultrapasse um quarto do tamanho do texto inscrito.

7Nenhuma obra enviada será devolvida.

8A companhia aérea e o horário do vôo para o Rio de Janeiro serão definidos pelo SESC, que também irá definir o hotel e o número de pernoites a que os dois vencedores terão direito.

9Será custeada a viagem dos vencedores do concurso, sem direito a acompanhante.

10As comissões julgadoras são soberanas, portanto não caberão recursos de suas decisões.

11Ao se inscrever no PRÊMIO SESC DE LITERATURA 2009, o candidato estará automaticamente concordando com os termos deste edital.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Conversando com Ivan Pinheiro Machado

Na segunda-feira, dia 18 de maio, das 12h às 14h, Ivan Pinheiro Machado, um dos maiores editores brasileiros, participará do Projeto Conversando, no Espaço Charles Kiefer de Oficinas Literárias. Os participantes receberão, além da oportunidade de conviver por duas horas com um editor que já lançou centenas de autores, 5 livros publicados pela L&PM.

domingo, 10 de maio de 2009

Agradecimento

A noite de sexta-feira, dia 08 de maio, foi agradável, divertida e concorrida. Mais de uma centena de pessoas compareceram à minha sessão de autógrafos, alunos e alunas, ex-alunos e ex-alunas, candidatos e candidatas às oficinas, amigos e amigas. Agradeço a todos a presença, desejando-lhes, agora, uma boa leitura de O pêndulo do relógio e outras histórias de Pau-d´Arco. Creio não exagerar, mas esta é a mais linda edição que já tive, em mais de 30 títulos. Este lançamento inicia uma parceria com a Editora Manole e seu selo Amarylis. Agradeço, também, a presença da editora Leda Rita Cintra Ferraz, que veio de São Paulo para prestigiar um novo autor em seu catálogo. (Contato para compras da obra e para palestras em escolas: Marta Tejera, 81167928).

Charles Kiefer

terça-feira, 5 de maio de 2009

Um novo blog

Já está no ar o blog http://gosteimuito.blogspot.com onde o escritor e professor de Escrita Criativa da PUCRS e das Oficinas Literárias na Palavraria e na Itororó, Charles Kiefer, postará os melhores poemas, os melhores contos e as melhores crônicas de seus alunos e alunas. Kiefer promete ser rigoroso na seleção. A nova página foi desenhada por Maíra Kiefer, que fotografou a máquina de escrever de Érico Veríssimo para servir de ícone e homenagem aos novos autores e autoras.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Charles Kiefer autografa no dia 08 de maio na Palavraria

Depois de 20 anos de sua primeira edição, a novela O Pêndulo do Relógio, premiada com um Jabuti em 1985, será relançada no dia 8 de maio (sexta-feira), às 19h, na Livraria Palavraria (Rua Vasco da Gama, 165, bairro Bom Fim).

A obra vem acompanhada de outras duas pequenas novelas de Kiefer: O Poncho e A Traíra, também ambientadas na fictícia cidade de Pau D’Arco. O selo Amarilys, pertencente à editora paulista Manole, é responsável pela publicação de O Pêndulo do Relógio e outras histórias de Pau-d'Arco.

O escritor Charles Kiefer retrata com profundidade as várias facetas da rica vida interiorana de Pau-d’Arco, cidade fictícia que ele apresenta como microcosmo de culturas e vivências, uma região tradicional e agrária que é de súbito lançada às engrenagens cruéis da modernidade.
Em A traíra, André segue, ao lado do irmão e do cunhado, rumo a uma típica pescaria em família. Alheio à amizade compartilhada pelos dois, sente-se saudoso dos tempos em que fazia o mesmo trajeto acompanhando o avô. A falta se traduz na busca pelo excepcional e revela um universo masculino fechado, melancólico e incompreendido.

O poncho, por sua vez, apresenta as reflexões de uma neta sobre uma história que ouvira muitas vezes de seu avô, Fernando Könning. Após fazer parte do grupo que deu origem à cidade de San Martin, cenário do romance A face do abismo, Fernando retarda sua volta para Pau-d’Arco, para sua família e para a noiva, que ficou à sua espera. O retorno rende um acerto de contas com o passado e a convicção de que “o que de amor foi tecido, de amor permanece”.

Todos esses matizes ganham tom ainda mais nítido na novela que dá título ao volume, O pêndulo do relógio. Sucesso de público e de crítica, que nas suas primeiras nove edições vendeu 45 mil exemplares, ela acompanha de maneira compassada e pontual a angústia de Alfredo Müller, colono humilde que se vê enredado em dívidas com o Banco, verdadeira entidade-símbolo de um sistema opressivo no qual seu modo de tocar a vida e de arar a terra não tem mais lugar.

Essas histórias, escritas com precisão e fluência, lidam com uma saudável melancolia que permeia a experiência dos personagens diante da falta de alguém ou de algo que se perdeu.

Com sua aposta na qualidade o selo Amarylis reapresenta ao púbico estas três novelas reunidas. Um presente aos leitores de Charles Kiefer, uma vez que O Pêndulo do Relógio se encontrava esgotado há vários anos.